Fisiopatologia da Entorse x Contusão x Distensão





Entorse

Ocorre em conseqüência de estresse excessivo, de uso excessivo ou hiperdistensão. Pequenos vasos sanguíneos do músculo se rompem e as fibras musculares sofrem minúsculas lacerações. O paciente apresenta inflamação, sensibilidade local e espasmos musculares.

Leia também:
Contusão

A lesão é confinada aos tecidos moles e não afeta a estrutura músculo-esquelética.

Muitos vasos sanguíneos pequenos rompem, produzindo equimoses ou um hematoma. A
aplicação de compressas frias ajuda a aliviar a dor local, o edema e as equimoses. A resolução de uma contusão, geralmente ocorre em duas semanas.


Distensões

Resultam de um movimento anormal súbito ou do estiramento de uma articulação, comum nas quedas ou em outras lesões acidentais. A força gira a articulação em uma direção para a qual ela não foi projetada, ou a desloca além de sua amplitude normal de movimentos, lacerando ou rompendo parcialmente a fixação dos ligamentos.
Contudo, nas distensões traumáticas graves, um fragmento do osso ao qual o ligamento está fixado pode descolar = fratura por avulsão.

Pode se formar um hematoma posteriormente, contribuindo para o aumento da dor.


Sinais e Sintomas

A área lesada torna-se imediatamente dolorosa, e em geral com a formação de edema.
Tipicamente o paciente evita sustentar o peso total do corpo ou utilizar a articulação ou membro lesado – posição antálgica.
Podem surgir (mais tarde) equimoses
Fisiopatologia da Entorse x Contusão x Distensão Fisiopatologia da Entorse x Contusão x Distensão Editado por saude.chakalat.net on 10:31 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.