Curta e Siga


Cuidados imediatos pós-entorses





Olá! Tudo bem? Esse blog faz parte da Chakalat.net e esse post fala sobre Cuidados imediatos pós-entorses.


Os ossos do esqueleto humano estão unidos uns aos outros pelos músculos e as superfícies de contato são mantidas por meio dos ligamentos. Quando há um movimento brusco, pode ocorrer estiramento e até ruptura dos ligamentos, o que chamamos de entorse.

A vítima de entorse sente dor intensa na articulação afetada, que depois apresenta edema (inchação); se houve rompimento de vasos sanguíneos, a pele da região pode imediatamente apresentar manchas arroxeadas.

Caso no local afetado apareça mancha escura 24 ou 48 horas após o acidente, pode ter havido fratura; procure atendimento médico imediatamente!

As entorses mais comuns são as de punho, de joelho e tornozelo.

No atendimento a qualquer entorse, deve-se:

Colocar gelo ou compressas frias no local, antes protegendo a parte afetada com um pano limpo ou uma gaze, para evitar geladuras na pele.

Imobilizar a articulação afetada por meio do enfaixamento, usando ataduras ou lenços. A imobilização também pode ser a mesma que se faz no caso de fratura fechada.

Depois da imobilização, a vítima deve ser encaminhada para atendimento médico. É importante lembrar que durante algum tempo ela não deve usar a articulação machucada. A aplicação de gelo ou de compressas frias no local, sempre com a pele protegida, precisa continuar nos dias seguintes ao acidente. Adotando esses procedimentos, a recuperação geralmente acontece em uma semana. Isso se não houver outras compliações, como derrame interno, ruptura de ligamentos ou mesmo fratura.
Espero que você tenha gostado da nossa abordagem.

Se você for profissional da saúde, conheça a página que a Quero Conteúdo oferece com materiais gratuitos. Clique aqui .
Você também pode ter informações sobre Cursos Online para Profissionais da Saúde clicando aqui!

Se você quiser receber notícias sobre saúde em geral, entre nos grupos do Whatsapp e no grupo do Telegram.

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário