Entorses e a Medicina Tradicional Chinesa








As entorses são caracterizadas pela medicina ocidental como distensões excessivas das estruturas que garantem a estabilidade das articulações. Podem ser causadas por traumas ou movimentos bruscos que tais articulações não estão habilitadas. Além das distensões, pode ocorrer o rompimento parcial ou total de estruturas ligamentares, associadas ou não às lesões da capsula fibrosa que reveste a articulação. Esse tipo de lesão é, então, classificado pelo grau de lesão da articulação, podendo ser leve, moderada ou grave.

O tratamento sugerido pela medicina ocidental é baseado em repouso, se possível absoluto, prescrição de analgésicos e antiinflamatórios, crioterapia (gelo) e intervenções cirúrgicas em casos de rompimento de tecidos.

Acesse o Sua Saúde

Na medicina chinesa, as causas das entorses são, obviamente, as mesmas. Porém, alguns terapeutas atribuem causas emocionais como ansiedade, distrações, excessos de preocupações para explicar o motivo da causa. Explicando melhor, algum desequilíbrio energético desse indivíduo levaria a causa da entorse. Um exemplo: Se um atleta, de qualquer modalidade, devidamente treinado para uma competição, é acometido por uma lesão, o estado mental justificaria tal descuido, como excesso de ansiedade ou cobrança. Assim, como na MTC o indivíduo é visto como um todo, deve-se tratar o estado emocional também.

Como diagnóstico na MTC, então, as entorses são vistas como estagnação da energia Qi nos meridianos energéticos das áreas afetadas.  Como tratamento, agulhas no local e a tonificação de pontos que regem as estruturas ligamentares e tendinosas, bem como pontos analgésicos e antiinflamatórios. No lugar do gelo, o tratamento com a queima da erva Artemísia (moxa) no local, tem mostrado ótimos resultados no controle da dor. (em breve, post sobre os prós e os contras do quente e frio, na visão da MTC)

Cabe como curiosidade aqui o fato de que na MTC (medicina tradicional chinesa), os tendões e ligamentos são regidos pelo fígado, que pertence ao elemento madeira, devido a isso, sintomas como tonturas, dores de cabeça, irritação e olhos secos podem ser associados com as lesões de tecidos articulares.

Em casos graves com ruptura de tecidos articulares, e intervenções cirúrgicas, a acupuntura é usada com o mesmo objetivo de mover a energia Qi no local da lesão. No pós-cirurgico, a colocação de agulhas no local é usada, também, para tratar as cicatrizes que “cortam” meridianos, restabelecendo o fluxo de energia Qi nos mesmos.

 Vale lembrar, que a união das técnicas da medicina ocidental e oriental pode ter ótimos resultados se houver respeito dos métodos de cada profissional. A opção pela técnica oriental não descarta a necessidade de uma avaliação médica ocidental em casos de entorses graves. 

Caroline Cancian
Educadora Física Acupunturista
Cref 075018-G
Entorses e a Medicina Tradicional Chinesa Entorses e a Medicina Tradicional Chinesa Editado por saude.chakalat.net on 05:12 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.