Perguntas e Respostas sobre Entorses





O que são entorses?

Uma entorse (ou torção) é uma lesão traumática de uma articulação, com alongamento, arrancamento ou rotura dos ligamentos e demais estruturas que sustentam a articulação, sem deslocamento das superfícies ósseas articulares. Embora o grande esforço a que a articulação seja submetida possa provocar apenas a distensão dos ligamentos, a entorse costuma provocar o rompimento parcial ou completo deles, por vezes associado a lesões na cápsula fibrosa que reveste a articulação.

Apesar de as entorses poderem acometer qualquer articulação, a sua localização mais frequente corresponde ao tornozelo.

Quais são as causas das entorses?

As entorses se originam de movimentos bruscos, traumatismos, má colocação do pé ou de um simples tropeçar que force a articulação a um movimento para o qual ela não está preparada. Pode igualmente acontecer de uma intensa tração, a que o ligamento seja submetido, provocar o seu estiramento ou ruptura e que isso chegue a arrancar um pequeno fragmento ósseo.

Uma causa comum da entorse do tornozelo é o fato de “torcer o pé” em um buraco do chão ou em um “passo em falso” qualquer. As entorses de joelhos e dedos geralmente são relacionadas a acidentes desportivos.

Quais são os sinais e sintomas das entorses?

Os sinais e sintomas das entorses são inchaço e dor intensa que surgem imediatamente após o evento causador e que aumentam de intensidade ao mínimo contato ou movimento, ocasionando grande limitação funcional da articulação comprometida. A articulação afetada fica progressivamente inflamada e inchada, enquanto a pele fica vermelha e quente. Além disso, é possível que na região surjam hematomas provocados pelas lesões vasculares e pelas hemorragias que ocorrem ao nível dos ligamentos.

Como o médico diagnostica as entorses?

Em geral, a história contada pelo paciente e o exame clínico são suficientes para estabelecer um diagnóstico. Se for necessário esclarecer a natureza e a gravidade das lesões, ele pode solicitar exames de imagens.

Como é feito o tratamento das entorses?

Os primeiros socorros, prestados ainda pelo próprio lesionado ou por pessoas próximas, consistem em manter a articulação lesionada em repouso, se possível suspensa, e na aplicação de gelo ou compressas frias no local. Em seguida, o médico providenciará para que a articulação afetada seja mantida em repouso.

Medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos podem ser usados para reduzir a dor e a inflamação. Em casos mais importantes deve-se proceder à imobilização da articulação com ligaduras, talas ou gesso. Nos casos mais ligeiros isso pode não ser necessário.

A imobilização deve permanecer por uma ou duas semanas, às vezes mais, segundo a gravidade ou localização da lesão. Quando se trata do tornozelo ou do joelho pode exigir o uso de uma muleta.

O tratamento da entorse grave não pode ser apenas sintomático, deve ser dirigido ao reparo cirúrgico das lesões.

Passada a fase aguda deve ser iniciada uma fisioterapia com a realização de movimentos suaves, massagens, aplicação de ultrassom, raios infravermelhos, correntes elétricas e outros procedimentos que favoreçam a recuperação das funções, a reabsorção dos hematomas e a cicatrização dos ligamentos lesados. Com o fito de recuperar a total funcionalidade da articulação, pode ser aconselhada a realização de exercícios que visem fortalecer toda a musculatura da zona afetada. Se ocorrer ruptura de ligamentos (o que é raro), uma intervenção cirúrgica pode ser necessária.

Como evoluem as entorses?

Desde que tratadas adequadamente, as entorses costumam curar-se em duas ou três semanas, sem deixar sequelas. As graves podem precisar de até oito semanas. Para que a pessoa possa voltar a praticar esportes, por exemplo, ou outras atividades “pesadas”, não devem existir mais nenhuma dor, nem inflamação.
Perguntas e Respostas sobre Entorses Perguntas e Respostas sobre Entorses Editado por saude.chakalat.net on 05:09 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.