Saltos altos aumentam riscos de entorse no tornozelo





O risco de uma entorse do tornozelo, ou seja, a ruptura dos ligamentos, não é nada raro quando se usa certos tipos de calçadosl como os sapatos de salto alto e estreito, quando os ligamentos estão frouxos, os músculos estão fracos ou há lesões nos nervos da perna. Até mesmo certas maneiras de caminhar podem ocasionar o problema.

As entorses costumam ocorrer quando o tornozelo roda para fora, fazendo com que a planta do pé fique virada para o outro pé (se inverta). Dependendo da gravidade da lesão, pode haver inchaço e, por vezes, hemorragia sob a pele. Neste quadro, que é o mais grave, o tornozelo torna-se instável e incapaz de suportar o peso do corpo.

O ideal é evitar o incômodo, principalmente, se são pessoas cujos tornozelos se torcem com facilidade. Nestes casos, recomenda-se como medida para evitar as lesões subseqüentes, a utilização de aparelhos ortopédicos (mangas elásticas) para os tornozelos, assim como colocar dispositivos no calçado para estabilizar o pé e o tornozelo.

Quando a entorse é inevitável, no entanto, recorre-se comumente à fisioterapia e a analgésicos. Raramente se exige intervenção cirúrgica.

Saltos altos aumentam riscos de entorse no tornozelo Saltos altos aumentam riscos de entorse no tornozelo Editado por saude.chakalat.net on 14:28 Nota: 5

Um comentário:

Faça Fisioterapia disse...


Ótimo texto, super útil.

Abs

Dani

www.facafisioterapia.net836

Tecnologia do Blogger.